quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Mea Culpa


Hoje aconteceu uma coisa muito chata comigo.
Quando eu entro no blogger, eu vou logo para as páginas que eu gosto mais, independente de aparecer nova postagem no reader. Logo no primeiro que eu entrei, li uma postagem que se direcionava à minha pessoa, decorrente de um comentário infeliz que eu havia feito. Não tenho este comentário salvo e  o blogueiro teve a gentileza de o apagar. Eu me lembro do que escrevi, mas não da forma que eu escrevi, então ficou difícil  fazer um esclarecimento de acordo com o que eu havia escrito, mas o fiz a partir do texto que ele postou hoje. Achei que devia isto a ele por sua honestidade e sinceridade.
Eu, por ser impulsiva, erro muito, falo o que não devo ou escrevo da forma errada. E agradeço muito a quem me alerta e me corrige. Tenho os meus defeitos e não os quero levar para o túmulo. Continuo incessantemente em processo de crescimento, quero ser uma pessoa melhor. Este episódio me serviu para eu ficar atenta a duas coisas principais: não fazer comentários à noite e não postá-los diretamente antes de lê-los. Preciso revisá-los antes para verificar se há algum tom ofensivo, crítica destrutiva ou mesmo assunto inadequado.
Eu só me sinto afetada por pessoas que eu admiro e a quem eu respeito. Por isto estou entristecida
Não quero ser melodramática, mas eu sou canceriana e para nós tudo tem uma proporção maior. 
Resolvi dar um tempo, rever meus conceitos de como interagir e comentar na blogosfera. Rever também minhas postagens. Eu que sempre escrevia sobre as várias mulheres que habitam em mim, sobre as histórias que sempre ouvi e outras que me vêm  à mente, de uns tempos para cá eu perdi o meu rumo. Quero retomá-lo. E, principalmente, não quero errar de novo.
O melhor que eu faço é ir para o meu lugar, uma praia linda onde não há conexão com a internet. Vou aproveitar que parou de chover, passo uns dias por lá e arejo minha cabeça.
Como o que eu escrevo sempre sai na hora e não faço rascunho, ficarei sem postar alguns dias, porque eu não tenho nada pronto para já deixar programado.
Breve estarei de volta e espero que melhor.

8 comentários:

Christian V. Louis disse...

A ideia da praia é indiscutivelmente ótima, tal como você, ando tendo alguns conflitos na blogosfera, no entanto, eu apenas esclareço, claro, com educação e deixo o resto acontecer naturalmente.
Se há algum conselho que poderia lhe dar é não levar a blogosfera, enfim, a vida virtual tão a sério. O virtual é assim, hoje você tem um bom relacionamento com a pessoa, alguns anos, meses, semanas e até dias depois se perde o contato. Por vezes por maldade, outras por desentendimentos, outras por intrigas e outras por mal entendidos.
Conhecendo-lhe pelo que você nos permite conhecer, duvido muito que tenha tido más intenções, deve ter sido, como ocorre direto com os meus comentários, já estou até habituado, ahah, algum erro de interpretação por parte de quem leu.
Não existem conceitos, não existem fórmulas, não existe nada que possa deter a força que alguns acontecimentos neste mundo virtual se consiga controlar. No real até dá para tentar, sentar ao lado da pessoa, o olho no olho... mas aqui. Aqui são apenas palavras ao vento. Como confiar?
Vá para sua praia arejar se acha que é necessário, não penso que esteja sendo melodramática, contanto, penso que talvez esteja dando importância demais a algo não importante.
"Não quero errar de novo". Impossível. Eu vou errar, você vai errar, todos iremos errar porque somos seres humanos e seres humanos cometem erros o tempo todo.
Sentirei sua falta no blogue. Aproveite o passeio e se cuida.

✿ chica disse...

Todos erramos, isso é natural.

Somos humanos!1

E quanto à praia, um ótimo lugar, mas mesmo lá, de bem com a blogosfera e os amigos que te esperam sempre,srrs beijos,tudo de bom,chica

Célia disse...

A aprendizagem nasce do erro (vide processo de alfabetização)... Na blogosfera comporto-me muito à vontade como quando entro em uma livraria, ou sebo para escolher um livro... Se gosto, leio-o resenho-o mentalmente, grifo sabedorias para mim... Se não gosto, uso meu filtro pessoal e boa. Realmente tenho como momento de lazer, nada de compromisso. Chega aqueles que não podemos deletar! O mais é fazer como você resolveu: dar uma pausa, à beira mar... bom demais para recarregar suas energias! Fique bem, sem encucações! Abraço, Célia.

CEM PALAVRAS disse...

Christian,
No meu perfil eu digo que sou sensível, intensa, detesto barraco, sincera até demais, falo alto, rio muito e choro mais ainda.
Como eu vivo dizendo, escrever é muito difícil, principalmente na blogosfera quando pessoas que não se conhecem no mundo real trocam ideias. Uma mensagem vai depender da forma como foi enviada e da forma que foi recebida e pode haver ruído nessa comunicação (mal entendidos). A lição que eu tive é que eu devo tomar cuidado porque todas as pessoas ao lerem meus comentários não estarão vendo a minha expressão e o tom de voz.
Sei que continuarei errando - e muito - mas não quero repetir o mesmo erro. Tomarei muito cuidado para não usar de piadinhas ou ironia porque eu não estou falando, estou escrevendo.
Realmente eu fiquei chocada com o que aconteceu hoje, mas já passou.
Mas o meu choque foi porque eu pisei na bola com uma pessoa que eu admiro. Se fosse um qualquer, eu apenas teria apertado a tecla foda-se.
Obrigada por suas palavras e conselhos.
bjs

CEM PALAVRAS disse...

Chica, minha amiga
Errar é natural, mas às vezes os nossos erros magoam as pessoas.
Esse tipo de erro me incomoda muito, tento evitá-los, mas não sou infalível.
beijos

CEM PALAVRAS disse...

Célia,
Você sempre tem uma palavra de conforto e sensatez.
Preciso aprender com você a levar a blogosfera sem compromisso e sem encucação. Apenas lazer.
Muitos beijos, querida

Edu O. disse...

Ai minha amiga, e eu q nem estou tendo tempo de ler os amigos? isso me arrasa! pq é uma horinha de prazer dentro da loucura.

CEM PALAVRAS disse...

Edu, meu amore
Gostou das fotos que eu postei daquele lugar lindo que conhecemos?
Quando aparece por lá?
Tire uns dias de lazer, meu fio...
beijos