quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Perdão



Eu sempre meto os pés pelas mãos, não tem jeito. Eu que só quero o seu bem, às vezes só te faço mal. Me descontrolo, o sangue sobe e falo coisas somente para machucar. Não faço isso de caso pensado. Quando eu percebo, já saiu e o estrago foi feito.
Eu fico muito arrependida, desabo, fico triste por vários dias e não entendo por que eu sou assim, por que eu faço isso.
Ouvir você dizer que estava completamente feliz me deixou fora de órbita. Ajo como se você ainda fosse meu, apesar de você nem pensar mais em mim. Estávamos tentando ser amigos, convivermos civilizadamente, mas eu misturo as coisas. Lido com a situação como se você estivesse longe, viajando e ainda fosse voltar para mim e tudo continuaria a ser como nos bons tempos.
Eu sei que você tem a sua nova vida, coisas para se preocupar,  e uma nova fase somente de alegrias e realizações. Mas no meu egoísmo eu quero acreditar que você não está bem e que ainda precisa de mim.
Você me disse que eu tentasse buscar a minha felicidade, mas ainda não consigo me desligar de você. Só fui dar importância e perceber o quanto eu te amava e precisava de você depois de sua partida.
De uns tempos para cá, parece que virou obsessão. Acordo pensando em você, passo o dia inteiro pensando em você, durmo e sonho com você no meu coração.
Parece coisa de quem não tem o que fazer - e eu não tenho mesmo -  eu busco me ocupar em outras coisas, mas não tem jeito. Lendo um livro, vendo um filme, arrumando a casa que um dia compartilhamos, tudo me lembra você.
Não fazer mais parte de sua vida, ver você convivendo com os mesmos amigos, mas sem a minha presença, me arrasa.  
Um dia, essa força que habita o meu peito vai enfraquecer e será apenas uma doce lembrança. Esse amor tão grande que eu sinto vai se acomodar e aí sim, talvez possamos ser apenas amigos.
Mas, por enquanto, eu ainda espero pacientemente que um dia - lá no futuro - você vai voltar e cantar para mim a música do Roberto Carlos. Então faremos amor como nunca e viveremos felizes para sempre, como num conto de fadas. E de papel passado.



Olha você tem todas as coisas
                                            Que um dia eu sonhei prá mim
A cabeça cheia de problemas
Não me importo, eu gosto mesmo assim
Tem os olhos cheios de esperança
De uma cor que mais ninguém possui
Me traz meu passado e as lembranças
Coisas que eu quis ser e não fui
Olha você vive tão distante
Muito além do que eu posso ter
E eu que sempre fui tão inconstante
Te juro, meu amor, agora é prá valer
Olha, vem comigo aonde eu for
Seja minha amante, meu amor
Vem seguir comigo o meu caminho
E viver a vida só de amor

9 comentários:

✿ chica disse...

Linda e triste "obsessão"...Triste dar-se conta que perdeu o que amava... Um beijo,tudo de bom,chica

CEM PALAVRAS disse...

Chica,
É triste viver de ilusão...
beijinhos

Célia disse...

Tudo bem... é triste o momento em que você se enclausurou! Mas, minha amiga, valorize-se e busque outros "mares"... navegue por outros oceanos... ainda que sozinha, mas flua em busca de realização pessoal. TUDO PASSA e ISSO TAMBÉM VAI PASSAR... evc ainda rirá desse momento de fraqueza! Bj. Célia.

Artes e escritas disse...

Você pode se ajudar fazendo outras atividades e se dando um tempo para caminhar, orar e pensar em ser feliz. Um abraço, Yayá.

Delano Alexandria disse...

Olá, tudo bem?

Estou lhe seguindo tb.

Toda sorte de benção!

Eloah disse...

Não é fácil deixar para trás, mas a dor o tempo purifica.Abra portas e janelas, deixe a vida entrar.Enfeite constantemente tua alma e um dia quando menos esperar lá se foi.Acredite! Mude o foco! mude hábito,amizades e faça uma faxina na tua vida.Chegarás lá.tenha uma semana iluminada, doce, serena e feliz.Ah! quem não nos merece, não merece a nossa dor.Bjs Eloah

manuela barroso disse...

E com carinho agradeço sua visita.
Temos sempre histórias nem sempre felizes na história da nossa vida.
Mas, nas horas vazias, só o tempo cura mágoas. Se não tudo, uma parte.Creia. E que o sol volte. Afinal, o sorriso é contagiante.
Bji

CEM PALAVRAS disse...

Célia, Yayá e Eloah,
Obrigada pelo carinho constante
muitos beijos

CEM PALAVRAS disse...

Delano e Manuela,
Sejam bem vindos. Estarei sempre esperando a visita de vocês.
Muitos beijos