quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Casa da praia



São doze passos até a areia da praia. Doze passos que me levam até a imensidão do mar e seu encontro com o infinito. Do portão da minha casa bastam esses doze passos para me jogar num mundo de beleza. Recuando eu volto para minha prisão.


Fico aprisionada em meus pensamentos e não posso expressá-los. Não consigo conexão. Para dar doze passos para o infinito, eu pago o preço de me desconectar do mundo. 
Ter paz é também prisão. 



Passei sete dias muda. Não podia postar nada. Nem ler nada. Eu poderia ter aberto o word, escrito minhas palavras, salvar e postar depois. Mas não teria o mesmo sentido para mim. Eu não gosto de parar para escrever. Prefiro escrever sem parar, sem conter o que me vem no momento.



Voltei de lá vazia. Nenhuma história, nenhum caso, nem um personagem...
Apenas a música e a voz de Caymmi a me "atormentar":

                        "O mar quando quebra na praia é bonito...é bonito..."



7 comentários:

HENRY disse...

Como tudo isso é possivel? Mesmo calada, amordaçada pelo momento... Consigas fazer as nossas almas, livres, me libertas-te nos teus olhos ao mirar o mundo, ganhei asas pra voar cada vez mais alto,ganhei assim uma visão dilatada de toda a beleza lá bem embaixo. Nos colocas-te nas asas do vento... tornas-te os nossos sonhos livres! Livres para voar nos sonhos que comanda a vida.
Cem, olha para lá do horizonte, e encotrarás cada um que te esta grato(a) pela liberdade alcansada pelo teu livre pensamento...

Cem, obrigado por Existir, voce é o nosso milagre da vida...

beijos deste que te admira; como Mulher que se escreve com M grande!

✿ chica disse...

Simplesmente emocionante... 12 passos pra chegar lá...Eu adoraria ter essa distância assim pequena desse grande mar que tanto me encanta.

Escrrves maravilhosamente e adoro passar aqui! beijos,chica e espero que passe esse sufoco...

Eloah disse...

Nem era possível querida!A beleza preenche a alma e não sobra espaço para mais nada.Lindo recanto para tirar férias.Só doze passos para o mar.Isto é privilégio! Não poderias mesmo escrever nada, tinhas que viver o momento.bom retorno.Bjs no Coração

Bento Sales disse...

Olha, deve se orgulhar por ver o paraíso de sua janela. Essas dicas em passos é para você encontrar seu tesouro que não está muito longe.

Parabéns pelo texto, está maravilhoso, deixou-me sem palavras!

Abraços!

CEM PALAVRAS disse...

Henry, Chica, Eloah e Bento
Obrigada por serem sempre carinhosos comigo.
Beijos e beijos

Edu O. disse...

E conseguiu me levar para lá. Fez uma união de imagens e palavras perfeita. Senti tua falta.

CEM PALAVRAS disse...

Já pensou Edu, você lá também, só de preguicinha e conversando miolo de pote...